+64 21 158 7100

120B Maskell Street, St Heliers

9am to 5pm Mon to Friday

info@brazilkiwi.com

GO UP

Como é o ensino infantil na Nova Zelândia?

Se você vem trabalhar ou estudar na Nova Zelândia e pretende trazer crianças, é fundamental informar-se sobre o ensino infantil. Pronto para receber as informações? Estão a seguir.

 

O ensino como um todo

 

Na Nova Zelândia a divisão da categoria de estudos se assemelha àquela que acontece no Brasil, com sutis diferenças. Há as seguintes divisões:

 

-Educação Infantil (de zero a cinco anos de idade);

 

-Fundamental 1 – Escola Primária (de cinco a dez anos de idade – séries1º a 6º);

 

-Fundamental 2 – Escola Intermediária (de onze a doze anos de idade – séries 7º e 8º);

 

-Ensino Médio – Escola Secundária (de treze a dezoito anos de idade – séries 9º a 13º);

 

-Ensino Superior – Educação Terciária.

 

O ano escolar aqui é composto por termos e cada um tem as seguintes divisões, bem como os bimestres ou trimestres do Brasil:

 

-Termo 1: de início de fevereiro a meados de abril;

 

-Termo 2: de final de abril a início de julho;

 

-Termo 3: de meados de julho a final de setembro;

 

-Termo 4: de meados de outubro a meados de dezembro.

 

Porém, o tópico serviu apenas para conhecimento geral, já que nos ateremos aos anos de ensino infantil. Ou seja, até o Fundamental 2.

 

A Educação Infantil

 

Para atender as crianças da pré-escola, a Nova Zelândia possui em torno de quatro mil instituições de ensino licenciadas, divididas em jardins de infância, creches, pré-escolas e centros de assistência à infância.

 

O Ensino Fundamental 1

 

No Ensino Fundamental 1, as crianças aprendem as seguintes disciplinas: Inglês, Artes, Saúde, Educação Física, Línguas, Matemática e Estatística, Ciências, Ciências Sociais e Tecnologia.

 

As escolas neozelandesas costumam seguir o curriculum nacional, sendo que as crianças também são avaliadas constantemente com relação aos seus hábitos de leitura, escrita e matemática, pelo mesmo padrão de avaliação nacional.

 

O Ensino Fundamental 2

 

Separado do Ensino Fundamental 1 em nossa explanação, o Ensino Fundamental 2 pode vir agregado ao módulo anterior.

 

Nós separamos porque acreditamos, assim como muitas pessoas, que o Ensino Fundamental 2 serve como uma ponte entre a Escola Primária e a Secundária, não fazendo parte nem de uma e nem de outra.

 

Desse modo, algumas escolas podem oferecer as séries 7º e 8º ano tanto em uma denominação quanto em outra, portanto não estranhe.

 

Como é o ensino para imigrantes

 

O processo de matrícula é bastante simples e não há burocracia. Você deve apenas levar à escola mais próxima de sua residência, os documentos: passaporte da criança e dos responsáveis, carteira de vacinação e comprovante de residência.

 

O ensino infantil na Nova Zelândia é oferecido gratuitamente, contudo as escolas pedem que sejam realizadas contribuições espontâneas para a manutenção da instituição.

 

Contudo, há custos obrigatórios para aquisição do material escolar e para realização de cursos extras, como natação e softwares de apoio educacional. Não são muito caros, mas é um valor que deve ser considerado. E se a escola exigir uniforme, é preciso adquirir, com a diferença de que você pode comprar peças novas ou usadas.

 

Assim como em muitos países do exterior, as aulas nas escolas infantis da Nova Zelândia acontecem das nove às quinze horas, com dois intervalos, o primeiro para lanche e o segundo para almoço.

 

Prepare-se também com a alimentação das crianças, já que não é de graça e não é permitido aquecer comida nas escolas. Há cantina, mas o ideal é levar de casa, tanto pelo custo quanto pela possibilidade de alimentar-se melhor, com ingredientes saudáveis, que normalmente não são vendidos nesses estabelecimentos.

 

Há muito mais a ser falado sobre as instituições infantis da Nova Zelândia, mas o mais importante acreditamos que tenha sido dito.  Se você quer saber mais detalhes entre em contato com a Brazilkiwi que te contamos não só a parte técnica, mas também a experiência de estar criando filhos bilingues na Nova Zelândia.

 

 

Leave a Reply